Pesquisadores do Leplanc contribuem com descoberta de uma espécie de cladócero

19/11/2015 20:15

Uma nova espécie de cladócero, pequeno crustáceo conhecido como pulga d'água, foi apresentada na última edição da revista científica Zootaxa e conta com a participação de pesquisadores do Leplanc/UFRPE. As pulgas d'água são microcrustáceos de extrema importância para os ecossistemas aquáticos, por serem elos fundamentais na transferência de energia das microalgas para seres superiores da teia alimentar, como os peixes, por exemplo. Elas são também importantes bioindicadoras da qualidade da água, já que facilmente respondem às alterações ambientais. 

O nome da nova espécie é Alona margipluma e foi encontrada, em Pernambuco, no reservatório de Cachoeira II, localizado no município de Serra Talhada. Como a espécie também foi encontrada no Pantanal e no Cerrado, por outros pesquisadores participantes da descoberta, a ocorrência também na Caatinga mostra que a espécie pode ser encontrada na maior parte do País. Até o momento, trata-se de uma espécie endêmica do Brasil.

A coleta dos exemplares da nova espécie foi realizada, em 2011, pelo Prof. Mauro de Melo Júnior e pela, na época graduanda, Leidiane Pereira Diniz, nas margens do reservatório de Cachoeira II, que abastece o município de Serra Talhada. Os pesquisadores do Leplanc/UFRPE acreditavam que se tratava de uma nova espécie, mas a confirmação só foi possível após o envio dos exemplares para pesquisadores especialistas da Universidade Católica de Brasília - dentre os quais, a Profa. Lourdes Maria Elmoor Loureiro, uma das maiores referências em pulgas d'água no País. Atualmente, Leidiane Pereira Diniz é mestranda em Ecologia na UFRPE/Dois Irmãos e continua desenvolvendo pesquisas com microcrustáceos neste e em mais dois outros reservatório do município (Saco e Borborema), sob orientação do Prof. Mauro.

O estudo foi liderado pelo biólogo doutorando FRANCISCO DIOGO R. SOUSA, da Universidade Federal de Santa Maria (RS), e contou com a participação também dos pesquisadores SANDRO SANTOS, também da Universidade Federal de Santa Maria (RS), ADRIANA MARIA GÜNTZEL, da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (MS) e LOURDES M. A. ELMOOR-LOUREIRO, da Universidade Católica de Brasília (DF).

 

Maiores detalhes sobre a nova espécie podem ser encontrados na revista Zootaxa, volume 4040, número 4, nas páginas 445 a 457 - Sousa et al 2015 - Alona margipluma.pdf (1,4 MB)

Voltar